Nota de agradecimento de José Fernandes Castro

Reproduzimos mensagem enviada por José Fernandes Castro após a homenagem feita na VII Gala dos Artista de Campanhã.
As fotografias ilustram esse momento no dia 14 no auditório da nossa Freguesia
- - -
Exmo sr. Presidente da Junta de Freguesia de Campanhã e demais elementos deste valoroso executivo,
 
É com a emoção e gratidão que expresso o meu agradecimento pela honra da homenagem que, para mim, teve o peso máximo que qualquer distinção pode ter.
 
Sou, por natureza, uma pessoa humilde e desprovida de vaidade ( ... Até porque pouco ou nada tenho de mérito para que assim não seja... ) mas confesso que existe em mim um ego que gosta de ser alimentado com palavras, com gestos e com algum reconhecimento pelo empenho que coloco em tudo o que faço na área da poesia popular e do fado.
 
O louvor recebido ( ...Permitam-me que o considere assim... ) tem a importãncia das coisas boas da vida e vai, seguramente, ser religiosamente guardado na gaveta da minha sensibilidade.
 
Ser homenageado pela freguesia aonde os valores da civilidade me formaram fazendo de mim um cidadão orgulhoso e grato, é um prémio existencial.
 
Existem no manual do meu funcionamento social, três instituições que sempre me orientaram, me nortearam e me ajudaram a chegar até aqui. 
 
A famíla de sangue 
> a quem devo o que sou
A família do fado 
> a quem devo parte do que sou
Os amigos da vida 
> a quem muito devo
 
Estas três instituições, são e serão o baluarte onde me refugiarei sempre que os ventos da mudança soprem na minha estabilidade. 
Contarei sempre com o apoio dos que me querem ver sorrir e farei, com o meu sorriso, um foco de luz para iluminar a estrada do futuro.
 
Nota final:
Curiosamente, esta homenagem aconteceu em *setembro* o mês da minha vida.
 
Cheguei a campanhã, ainda petiz
E a vida fez de mim um ser real
Feito o balanço, direi... Sou bem feliz
E só não sou melhor por ser mortal
 
Fiquem com a gratidão do:
José Fernandes Castro
BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS